O romeno caçador de sonhos

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Nascido na Romênia, Bica Votnamis veio para o Brasil em 1954 aos 11 anos com sua família, em busca de melhores oportunidades, numa época em que seu país natal era ocupado e controloda pela antiga União Soviética. Aos 13 anos começou a ajudar o pai na oficina mecânica e, em 1964 começou a correr com um Renault 1093. Depois, passou a competir com veículos como Renault Gordini, Simca Chambord, diversas carreteras (uma, inclusive, comprada do grande Catarino Andreatta) e até mesmo uma Maserati/Corvette da categoria Mecânica Nacional. Com essas experiências, acabou por abrir sua própria oficina de preparação, no bairro do Bom Retiro em São Paulo, e para as Mil Milhas de Interlagos de 1967, idealizou um projeto que provavelmente ainda não teve igual em criatividade e excentricidade no nosso país. Tudo começou quando Bica viajou para os Estados Unidos e voltou com um motor V8 de Corvette (com 5500 cm3 e expressivos 450 HP a 8000 rpm) e diversos componentes de suspensão, freios, rodas para cubo rápido e diferencial autoblocante.

O motor do Caçador de Estrelas era um V8 small block, dos utilizados nos Chevrolet Corvette Sting Ray. Fonte: Consumer Reports [1].

O motor do Caçador de Estrelas era um V8 small block, dos utilizados nos Chevrolet Corvette Sting Ray. Fonte: Consumer Reports [1].

Inicialmente, o plano era construir um carro de dois lugares, estrutura de treliça tubular semelhante aos monopostos da Mecânica Nacional e motor dianteiro, porém no meio da construção Bica decidiu mudar o layout do carro para ter o motor em posição central. Como a essa altura o chassi estava quase pronto, por mais que se pusesse o motor para trás faltava lugar para o piloto. A solução foi pendurar uma estrutura na frente do eixo dianteiro para acomodar o piloto, e com um rabisco de giz feito na parede da garagem da oficina, surgiu o Star-Fighter (Caçador de Estrelas pela tradução do jornal  inspirado nos caças Star-Fighter (Lockheed XF104).  Não existem portas e o acesso é pelas janelas, que se abriam para cima como no Mercedes 300SL,  com a posição do volante semelhante a da Kombi e que levou Bica a adquirir uma para se acostumar com a posição de pilotagem.

É fácil perceber que a inspiração para o Caçador de Estrelas veio do caça Lockheed XF-104 Star FIghter, principalmente pela posição avançada do piloto. Fonte: Wikipedia [2].

É fácil perceber que a inspiração para o Caçador de Estrelas veio do caça Lockheed XF-104 Star FIghter, principalmente pela posição avançada do piloto. Fonte: Wikipedia [2].

Por falta de acesso a um transeixo apropriado, uma solução no mínimo engenhosa foi criada: o cardã era bem curto (com cerca de 10 cm), abrigando duas juntas universais que permitiam o movimento do eixo traseiro, solução que talvez não resistisse até o fim da prova. A parte dessas características, o carro era bem construído (e possivelmente mais rápido que qualquer carretera da época), utilizando freios a disco nas quatro rodas com suspensão dianteira independente e suspensão traseira com eixo rígido, e provavelmente uma transmissão de 4 marchas Jaguar.

Fotos tiradas durante a construção do Star-Fighter.

Já a carroceria, em alumínio, ficou a cargo do espanhol Pablo Salvador, que havia trabalhado com Bica em projetos anteriores. Para evitar palpites e comentários, a garagem da oficina ficou fechada até a conclusão do projeto 5 meses depois, com a entrada permitida somente a amigos de Votnamis.

1967_11_6-Bica

Reportagem do Jornal da Tarde sobre o Star-Fighter. Fonte: Bandeira Quadriculada [3].

Chegadas as Mil Milhas, Bica chegou a participar dos treinos preliminares mas foi proibido de participar da corrida apesar, pois a direção da prova entendeu que a posição da cabine representaria um risco para o piloto em caso de acidente. Bica tentou ainda comprar um carretera convencional e equipar o motor Corvette, mas quando ela estava sendo descarregada acabou caindo e foi danificada, o que o impediu de participar da prova. Posteriormente o romeno ainda construiu outros carros de competição, como os Caçadores de Estrelas II e III, de concepção mais convencional, mas nenhum deles chamou tanta atenção quanto o Caçador de Estrelas original.

Star-Fighter nos treinos para as Mil Milhas Brasileiras de 1967. Fonte: Blog do Rui Amaral Jr. [4].

Star-Fighter nos treinos para as Mil Milhas Brasileiras de 1967. Fonte: Blog do Rui Amaral Jr. [4].

Ficha técnica

 

Modelo
Star-Fighter
Fabricante
Bica Votnamis
MOTOR
Localização
Central, longitudinal
Tipo
Gasolina, 8 cilindros em V, duas válvulas por cilindro, refrigerado a água.
Cilindrada
5500 cm3
Diâmetro x Curso
Não disponível
Taxa de compressão
Não disponível
Alimentação
Não disponível
Potência
450HP a 8000rpm
Torque
Não disponível
TRANSMISSÃO
Manual, tração traseira, quatro marchas.
SUSPENSÃO
Dianteira: Independente, com bandejas triangulares e molas helicoidais.
Traseira: Eixo rígido, com molas helicoidais.
DIREÇÃO
Não disponível.
FREIOS
A disco na dianteira e a tambor na traseira.
RODAS E PNEUS
Rodas de magnésio de tala 3,5″ na dianteira e raiadas tala 8″ na traseira.
CARROCERIA E CHASSI
Chassi tubular com estrutura de treliça.
DIMENSÕES E PESO.
Comprimento
3800 mm
Largura Não disponível.
Distância entre-eixos
2000 mm
Peso
Não disponível.

 

Fontes:

Um veloz carro de sonhos; Reportagem do Jornal da Tarde.

Peralta, Paulo R.; Bica Votnamis; disponível em:http://www.bandeiraquadriculada.com.br/Bica_Votnamis.htm. Acessado em: 09/05/2014.

Silva Zullino, Roberto da; O Caçador de Estrelas na pista por Roberto Zullino; disponível em: http://ruiamaraljr.blogspot.com.br/2010/04/o-cacador-de-estrelas-na-pista-por.html. Acessado em: 09/05/2014.

Dias, Rafael; O caçador de estrelas; disponível em: https://areadeescape.wordpress.com/2010/04/25/o-cacador-de-estrelas/. Acessado em: 09/05/2014.

Brazil Exporters; O Sgt. Pepper das pistas – quase, quer dizer; disponível em: http://brazilexporters.com/blog//index.php/2007/12/20/o_sgt_pepper_das_pistas_quase_quer_dizer?blog=5. Acessado em 09/05/2014.

Imagens

[1]: Retirado de: Consumer Reports. Disponível em: http://www.consumerreports.org/cro/news/2014/06/1966-chevrolet-corvette-sting-ray-road-test/index.htm. Acessado em 19/04/2016.

[2]: Retirado de: Wikipedia. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Lockheed_XF-104. Acessado em 21/04/2016.

[3]: Retirado de Bandeira Quadriculada.Disponível em: http://www.bandeiraquadriculada.com.br/zx_retro/Bica_XF104.htm. Acessado em 09/05/2014.

[4]: Retirado de: Silva Zullino, Roberto da; O Caçador de Estrelas na pista por Roberto Zullino; disponível em: http://ruiamaraljr.blogspot.com.br/2010/04/o-cacador-de-estrelas-na-pista-por.html. Acessado em: 09/05/2014.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.