Hipercarros do futuro – Parte 3

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Aston_Martin_logo

Após muito suspense e especulação, hoje finalmente a Aston Martin mostrou as primeiras imagens do seu novo hipercarro AM-RB 001, projetado em conjunto com a equipe de F1 Red Bull Racing. Criado com o objetivo de ser um carro de rua como jamais visto antes, os três grandes responsáveis pelo nascimento dessa máquina são o inglês Adrian Newey, o mais bem sucedido projetista de carros da Formula 1, Marek Reichman, vice-presidente executivo da Aston Martin e David King, vice-presidente e Chefe de Operações especiais.

Fruto de um desenvolvimento conjunto entre a Aston Martin e a Red Bull Advanced Technologies, o AM-RB 001 carrega para as ruas diversas tecnologias das pistas. Fonte: Divulgação.

Fruto de um desenvolvimento conjunto entre a Aston Martin e a Red Bull Advanced Technologies, o AM-RB 001 carrega para as ruas diversas tecnologias das pistas. Fonte: Divulgação.

Desenhar um carro de rua sempre foi um dos sonhos de Newey, e isso se tornou realidade após a associação da Red Bull Advanced Technologies com a Aston Martin. Desde então, Newey e Reichman tem trabalhado e continuarão a trabalhar em conjunto no projeto, que será o primeiro Aston Martin de motor central a ser vendido ao público, construído sobre um monocoque especialmente criado para o modelo. O motor será um novo V12, sem sobrealimentação e capaz de girar na casa dos 10.000 rpm, fiel ao espírito da marca inglesa que possivelmente será acompanhada por um sistema híbrido. Segundo Newey, esse sistema deverá ser similar ao encontrado nos carros LMP1, porém com uma entrega mais linear de potência. Explicando: nos LMP1, muita potência é entregue nas saídas de curva (algo na casa de 1200 cv), porém no final das retas a potência disponível cai entre 300 e 400 cv. No AM-RB 001, a potência máxima deverá ser inferior a dos protótipos, porém, a potência média obtida será similar, de forma a se obter um comportamento mais linear de aceleração. Quanto a transmissão, esta também está sendo desenvolvida pela Red Bull Advanced Technologies, e não será do tipo de dupla embreagem, que segundo Newey são muito robustas e pesadas (cerca de 150 kg para um carro desse tipo), contrariando a filosofia que o projetista inglês sempre aplicou em seus modelos de competição, de criar carros de leves e de design compacto e eficiente, que deverá resultar em uma relação peso potência de 1:1, com potência na casa dos 1000 cv.

AM_RB_001_02

AM_RB_001_04

Como pode ser visto nas renderizações, a maior parte da pressão aerodinâmica é gerada pelos difusores sob o carro, o que deu liberdade para que Reichman criasse um design que se mantivesse fiel ao espírito da Aston Martin. Dentro do cockpit, contudo, o motorista (ou seria piloto) ficará sentado numa posição mais horizontal, próximo a de um piloto de Fórmula 1. Devido a esses elevado níveis de downforce, outra característica que está sendo desenvolvida para o modelo é a adoção de um sistema de suspensão ativa (como lembrete, Newey foi o responsável pelo monstruoso Williams FW14B ainda em 1992, que tinha um sistema extremamente avançado do tipo). O objetivo nesse caso será possibilitar que o carro tenha uma configuração de suspensão mais macia para o uso urbano e em baixa velocidade, mas permitindo que a suspensão possa assumir uma configuração bem mais rígida e orientada para as pistas quando necessário, permitindo um melhor aproveitamento de todo o downforce que estará disponível, levando a um nível de desempenho ainda mais incrível que o do trio McLaren Pi, Porsche 918 e LaFerrari.

AM-RB_001_vs_DP-100

A produção será realizada na planta de Gaydon da Aston Martin, que no passado produziu o One-77, e será limitada a algo entre 99 e 150 exemplares, dos quais 25 serão versões de pista e terão, segundo divulgação, desempenho similar ao dos mais modernos LMP1. Perguntado se a versão de corrida teria o mesmo sistema de ventilador para sucção do ar que o empregado em seu protótipo X2014 para o jogo Gran Turismo 6, Newey disse que não seria possível pois o sistema jogaria detritos nos outros carros, porém afirmou que alguns conceitos aplicados ao AM-RB 001 são evoluções daquilo presente no X2014. O modelo, aliás, carrega diversos elementos de estilo que foram vistos anteriormente no protótipo DP-100, apresentado em 2014 como parte do projeto Vision Gran Turismo, que por coincidência (ou não) também foi criação de Marek Reichman, e também era um modelo com motor central-traseiro V12. Mais informações sobre as soluções empregadas deverão ser liberadas até a entrega dos primeiros carros, prevista para 2018.

AM_RB_001_03

Leia mais aqui:

Parte 1: Koenigsegg Regera

Parte 2: Devel Sixteen

Fontes:

Aston Martin and Red Bull Racing unveil radical AM-RB 001 hypercar. Disponível em: http://www.astonmartin.com/en/live/news/2016/07/05/aston-martin-and-red-bull-racing-unveil-radical-am-rb-001-hypercar. Acessado em: 05/07/2016.

Horrell, Paul. Stop what you’re doing: it’s the Aston Martin AM-RB 001. Disponível em: http://www.topgear.com/car-news/british/stop-what-youre-doing-its-aston-martin-am-rb-001#6. Acessado em: 05/07/2016.

Aston Martin DP100 Overview. Disponível em: http://dp-100.astonmartin.com/. Acessado em: 05/07/2016.

Imagens:

[1]: Divulgação.

MacKenzie, Angus. In the hills with Aston Martin’s DP-100 Vision GT concept, and Q-series rides. Disponível em: http://www.gizmag.com/aston-martin-dp-100-vision-gt-q-series/33569/. Acessado em: 05/07/2016.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.