Finalmente, a primeira vitória da Minardi!

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Quem diria que, depois de 10 anos fora da Fórmula 1, finalmente um carro da Minardi se consagraria vencedor de uma prova sancionada pela FIA, e mais do que isso, num dos circuitos mais importantes do mundo, em Monza. Você pode estar se perguntando como isso é possível, já que o bólido italiano já não se enquadra nos regulamentos atuais da Fórmula 1, mas o fato é na Europa é disputado um campeonato chamado BOSS GP (BOSS = Big Open Single Seaters) onde competem carros que já disputaram categorias como Fórmula 1, Indy, ChampCar, GP2, Fórmula 3000 e outras, numa espécie de vale-tudo de monopostos de ponta do automobilismo mundial.

O grid da BOSS GP é bem variado com carros como Dallara GP2/11 (branco), Benetton B197 (azul e branco), Forti FG03 (verde). Fonte: Divulgação BOSS GP.

O grid da BOSS GP é bem variado com carros como Dallara GP2/11 (branco), Benetton B197 (azul e branco), Forti FG03 (verde). Fonte: Divulgação BOSS GP.

No último fim de semana foi disputado o Peroni Race Weekend, terceira etapa do campeonato 2016 da BOSS GP, no formato de duas baterias. No sábado foi disputada a primeira, com pole do holandês Klaas Zwart com um Jaguar R5, seguido de Ingo Gerstl em um Toro Rosso STR-1, Chris Höher em um Dallara GP2 e com o também holandês Frits van Eerd em seu Minardi PS04B. Antes mesmo do início da prova o carro de Zwart teve problemas, o que o obrigou a largar dos pits,  e logo na largada um acidente com vários carros obrigou a entrada do safety-car. Quando o carro de segurança estava prestes a entrar nos pits, uma chuva torrencial começou a cair, o que levou a interrupção da prova, de forma que o resultado final foi a vitória de Klaas Zwart, com van Eerd em segundo e Höher em terceiro.

Ingo Gerstl correndo para a vitória na primeira bateria em Monza. Fonte: Divulgação BOSS GP.

Ingo Gerstl correndo para a vitória na primeira bateria em Monza. Fonte: Divulgação BOSS GP.

No domingo a segunda bateria foi realizada, com Gerstl em primeiro, van Eerd em segundo e Höher em terceiro, e logo no início quem abandonou foi o Toro Rosso STR-1 de Ingo Gerstl. Com isso o caminho ficou livre para van Eerd que começou a abrir vantagem para o pelotão. Segundos depois aconteceu um dos acidentes mais impressionantes do ano, entre o Benetton B197 de Wolfgang Jordan e o Panoz DP01 ChampCar de Peter Milavec. Além dos dois, Bernd Herndholfer não viu o Jaguar R5 de Klaas Zwart parando devido ao acidente e ambos os pilotos também já ficaram de fora.

Livre dos incidentes iniciais, van Eerd seguiu liderando a prova com o francês Christopher Brenier o seguindo de perto com seu Panoz DP09 da extinta Fórmula Superliga, para uma vitória apertada com margem de apenas 0s450. Fechando o pódio chegou herói local Salvatore de Plano com um Dallara GP2. Com isso, pela primeira vez um carro da Minardi foi vencedor em uma corrida oficial da FIA, de uma forma que condiz com os ideais de perseverança e trabalho duro pelo qual a pequena italiana é reconhecida e amada por seus fãs.

O holândes van Eerd comemorando a vitória na segunda bateria, seguido pelo francês Christopher Brenier. Fonte: Divulgação BOSS GP.

O holândes van Eerd comemorando a vitória na segunda bateria, seguido pelo francês Christopher Brenier. Fonte: Divulgação BOSS GP.

Fontes:

Van Eerd gets maiden victory at Monza – Brenier back on top. Disponível em: http://bossgp.com/van-erd-gets-maiden-victory-at-monza-brenier-back-on-top/. Acessado em: 07/07/2016.

Gerstl and Höher win red flagged race. Disponível em: http://bossgp.com/gerstl-and-hoher-win-red-flagged-race/. Acessado em: 07/07/2016.

Zwart and Höher get Monza pole. Disponível em: http://bossgp.com/zwart-and-hoher-get-monza-pole/. Acessado em: 07/07/2016.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn