NIVELANDO A ENGENHARIA

Rally Dakar 2020 – parte 1

Começa o ano de 2020 agitado, com a primeira grande competição automobilísitica: o Rally Dakar.

Inicialmente disputado entre Paris e Dakar (capital do Senegal), a partir de 2009 a prova passou a ser disputada na América do Sul passando por países como Argentina, Paraguai e Chile. Para 2020, nova mudança de escapas, com o Dakar sendo realizado completamente dentro da Arábia Saudita, partindo de Jedá com a chegada em Qiddyah, num total de 7.800 km divididos em 12 etapas.

Fonte: divulgação.
https://www.youtube.com/watch?v=KomAHddDFeg

05/jan – 1ª Etapa – Jedá – Al-Wajh

Distância Total: 752 km / Trecho Cronometrado: 319 km

Fonte: Divulgação.

A etapa de abertura está sendo chamada de mini-Dakar, pois contará com trechos velozes, trechos sinuosos, areia e cascalho.

06/jan – 2º Etapa – Al Wajh – Neom

Distância Total: 401 km / Trecho Cronometrado: 367 km

Composta principalmente por trechos de terra (65%) e cascalho (30%). Também marca a primeira etapa da Super Maratona para motocicletas e quadriciclos.

Fonte: Divulgação.

07/jan – 3ª Etapa – NEOM – NEOM

Distância Total: 489 km / Trecho Cronometrado: 405 km

Esta etapa forma uma espécie de circuito, com largada e chegada na megacidade de NEOM. A cidade faz parte do plano Vision 2030 do governo da Arábia Saudita, e promete ser um marco de desenvolvimento com maior liberdade para as mulheres e inovações integradas ao planejamento da cidade como a integração de sistemas autônomos de condução de veículos e logística, energia baseada em matrizes eólica e solar, entre outros. Conheça aqui maiores detalhes desse projeto.

O trecho do Rally levará os competidores à fronteira com a Jordânia num trajeto predominantemente de areia e com a maior elevação da competição, saindo do nível do mar até uma altitude máxima de 1.400 metros.

Fonte: Divulgação.

08/jan – 4ª Etapa – NEOM – Al’Ula

Distância Total: 676 km / Trecho Cronometrado: 453 km

Nesta etapa o terreno estará dividido entre areia, terra, asfalto e cascalho, e a navegação promete ser parte importante do desafio. Ao longo do trajeto, o destaque da paisagem local serão os templos do Reino Nabateu.

Fonte: Divulgação.

09/jan – 5ª Etapa – Al’Ula – Ha’il

Distância Total: 563 km / Trecho Cronometrado: 353 km

Primeira etapa com predominância de areia, os pilotos e navegadores precisarão de muita habilidade para vencer as dunas e colinas arenosas que fazem parte do trajeto.

Fonte: Divulgação.

10/jan – 6ª Etapa – Ha’il  – Riyadh

Distância Total: 830 km / Trecho Cronometrado: 478 km

Primeiro trecho 100% em terreno arenoso, deve privilegiar os competidores com experiência nesse tipo de terreno.

Fonte: Divulgação.

11/jan – Descanso dos competidores

12/jan – 7ª Etapa  – Riyadh – Wadi Al Dawasir

Distância Total: 741 km / Trecho Cronometrado: 546 km

Após um merecido dia de descanso, os competidores irão enfrentar o trecho mais longo de todo o rally, com muita areia e longos trechos de dunas. Os navegadores também deverão se manter atentos em diversos momentos para não se perder.

13/jan – 8ª Etapa  – Wadi Al Dawasir – Wadi Al Dawasir

Distância Total: 713 km / Trecho Cronometrado: 474 km

Outra etapa com largada e chegada no mesmo local, esta será a etapa mais veloz, com uma reta de 40 km de pé embaixo. A paisagem será repleta de cânions, montanhas e contrastes de cores.

Fonte: Divulgação.

14/jan – 9ª Etapa  – Wadi Al Dawasir – Haradh

Distância Total: 891 km / Trecho Cronometrado: 415 km

Essa etapa servirá de preparação para a entrada dos competidores no deserto Rub’ al-Khali, também chamado de Empty Quarter, ou quarta parte vazia, por ocupar cerca de 25% da área da Arábia Saudita. É o maior deserto do mundo, com clima considerado hiper-árido e temperaturas variando de 12°C de mínima à 51°C de máxima.

Fonte: Divulgação.

15/jan – 10ª Etapa  – Haradh – Shubataytah

Distância Total: 608 km / Trecho Cronometrado: 534 km

Esta será uma etapa maratona, onde será permitida ajuda somente entre competidores. Os últimos 30 km serão disputados pelas dunas do deserto Rub’ al-Khali, que podem chegar até 250 metros de altura.

Fonte: Divulgação.

16/jan – 11ª Etapa  – Shubataytah – Haradh

Distância Total: 744 km / Trecho Cronometrado: 379 km

Mais uma etapa disputada no “Empty Quarter”, com 80 km de dunas.

Fonte: Divulgação.

17/jan – 12ª Etapa  – Haradh – Qiddiya

Distância Total: 447 km / Trecho Cronometrado: 374 km

Os últimos 100 km prometem grandes desafios aos navegadores, e podem até mesmo mudar o resultado final. Uma seção especial de 20 km irá definir os vencedores do troféu Qiddiya antes do pódio da classificação final. Qiddiya é um mega-pólo de entretenimento, esportes e artes que faz parte do projeto Vision 2030 do governo da Arábia Saudita. A construção do complexo foi iniciada em 2019, e o projeto prevê atrações tais como parques temáticos, arenas esportivas das mais diversas modalidades e uma arena automobilística com pistas de arrancada, rallycross e rally de velocidade, kartódromo e um autódromo de nível internacional que pleiteia sediar um futuro Grande Prêmio de Fórmula 1 da Arábia Saudita. Conheça aqui mais detalhes sobre o parque de Qiddiya.

Na segunda parte dessa publicação, iremos conhecer as categorias e alguns dos principais competidores da 42ª Edição do Rally Dakar.

Leave a Reply

Your email address will not be published.