Categorias pelo mundo – GT 2.000 (Argentina)

Hoje damos início a mais uma série de postagens, onde viajaremos pelo mundo descobrindo categorias pouco conhecidas e que possuem os grids mais heterogêneos e variados, fugindo da mesmice que domina as grandes categorias do automobilismo mundial.

Nossa primeira parada é na vizinha Argentina, conhecida por seu automobilismo pujante que, mesmo face às diversas crises econômicas das últimas décadas, conta com a presença de diversas categorias de nível técnico elevadíssimo desenvolvidas utilizando soluções locais como a Súper TC2000 e a Turismo Carretera.

Porém, muito além das categorias principais, existe uma miríade de categorias extremamente interessantes competindo em terras argentinas. Uma dessas (dica do nosso fiel leitor Hilário Alencar) é a GT 2.000, que teve sua primeira temporada disputada em 2001 e, apesar do nome GT, se destina a protótipos desenvolvidos especialmente para as pistas equipados com motores aspirados de no máximo 2.000 cm3 disponíveis em veículos comercializados na Argentina. No início de sua história a GT 2.000 teve um alcance nacional, atuando como evento de suporte para a Top Race, porém desde 2003 é disputada em âmbito regional.

Fonte: GT 2.000. 📸 Contribuição apreciada.

O regulamento da GT 2.000 prima por manter os custos sob controle, proibindo o uso de transmissões com trocas sequenciais e diferenciais blocantes, além de preconizar o uso de pneus do fabricante argentino NA Carrera. Os motores são obrigatoriamente equipados com ECUs da FuelTech e também têm potência limitada, além de serem avaliados em dinamômetro periodicamente para garantir que estão respeitando a regulamentação. 

Classes

Existe uma grande variedade de conceitos entre os carros competidores, com designs que lembram os Grupo C da década de 1980 até carros que se assemelham aos LMP1 abertos e fechados dos anos 2010. Atualmente, a categoria se divide em três classes:

GT1: é a classe principal da GT 2.000, onde podem competir protótipos abertos ou fechados, com chassis tubulares e configuração biposto, com peso mínimo de 585 kg sem piloto, e potência limitada a 150 HP nas rodas. Atualmente vive um domínio de Jonas Lodeiro e seu protótipo RRB1, que conquistaram 5 títulos desde 2015.

GT2: os carros similares aos GT1, porém obrigatoriamente equipados com freios e amortecedores de fabricação argentina. Além disso, os carros têm um peso mínimo com piloto 30 kg inferior ao dos protótipos GT1.

GT3: a classe GT3 é a adição mais recente da GT 2.000, onde competem protótipos monolugar de cockpit aberto, com peso mínimo de 480 kg e motorização PSA 1.6 litros e 118 HP.

Abaixo deixamos uma tabela comparativa entre as três classes:

Apesar da potência relativamente baixa, o baixo peso e a aerodinâmica avançada transforma os GT2000 em carros extremamente velozes, como atestam os tempos de volta do evento conjunto realizado com a F4 Argentina e o TCR South America:

Como referência, deixamos também um confronto similar entre um carro da TCR South America e os protótipos da Endurance Brasil:

Para quem desejar acompanhar a categoria, as provas são transmitidas pelo canal Belo Sport no YouTube (com comentários em espanhol). Deixamos abaixo os links para o site e as redes sociais da categoria:

Fontes:

Clasificacion GT2000. Disponível em: https://speedhive.mylaps.com/Sessions/6367758

Clasificacion Formula 4. Disponível em: https://speedhive.mylaps.com/Sessions/6367762

Clasificacion TCR South America Pilotos Titulares. Disponível em: https://speedhive.mylaps.com/Sessions/6367762

Classificatório #2 Endurance Brasil Rd. 4 São Paulo. Disponível em: https://racehero.io/events/4-hs-sao-paulo-4/results/1073743152

Classificatório #2 Endurance Brasil Rd. 2 Curitiba. Disponível em: https://racehero.io/events/4-hs-de-curitiba-2/results/1073743108

Classificatório TCR São Paulo. Disponívelm em: https://mcusercontent.com/5d1c113fee57d0b9a8da6e5c9/files/353e0206-87e1-7908-ee6b-eeaad7302e59/RESULTADO_CLASSIFICATORIO.pdf

Classificatório TCR Curitiba. Disponível em: https://mcusercontent.com/5d1c113fee57d0b9a8da6e5c9/files/9263e895-b2f2-0ab8-6f64-025fdb5df6cd/Resultados_Sabado_TCRSA.pdf

2 thoughts on “Categorias pelo mundo – GT 2.000 (Argentina)

    1. Daria para fazer algo parecido com os MRX nos regionais. O mais próximo que temos é o Campeonato Nordeste de Automobilismo, que tem a categoria protótipos.

Leave a Reply

Your email address will not be published.