Newsletter Motor – AJR #65 de casa nova, Corrida dos 500 em Londrina, Cascavel de Ouro e muito mais…

Bom dia, caros amigos! Bem-vindos à nossa newsletter com as notícias de automobilismo que você (provavelmente) não viu em nenhum outro lugar!

Nova casa para o AJR #65, e novos rumos para a equipe NC Racing

Notícia de última hora direto do grupo de amigos #268 Racing. Após diversos recordes e vitórias icônicas (e o campeonato brasileiro de endurance de 2019), o AJR #65 “flecha vermelha” da NC Racing agora passa às mãos de outra dupla de pai e filho, os pilotos Carlos e Yuri Antunes.

#268 Racing

Porém esse não é o fim da linha para a equipe sul-mato-grossense, que já se prepara para um novo desafio no Campeonato Gaúcho de Super Turismo, onde Nilson e José Roberto Ribeiro irão competir com um modelo Chevrolet Cruze do antigo Campeonato Brasileiro de Marcas.

#268 Racing

via #268 Racing

Corrida dos 500: 500 Milhas de Londrina e 500 km de São Paulo serão disputadas em evento conjunto

Confirmado pelos organizadores Beto Borghesi (500 Milhas) e Silvio Zambello (500 Km) a disputa da Corrida dos 500 em outubro, no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina, na data já reservada para as 500 Milhas de Londrina.

Conforme explica Beto Borghesi, os competidores terão que arcar com uma única inscrição e a premiação será separada. Quando forem completados os 500 km será dada a bandeirada definindo o resultado, porém a prova continuará até que se completem as 500 Milhas (aproximadamente 800 km). 

A disputa seguirá o regulamento das 500 Milhas, e os organizadores esperam que cerca de 30 carros sejam inscritos. Ainda segundo os organizadores, a experiência pode dar origem a um novo campeonato de provas de longa duração incluindo as duas tradicionais provas e um terceiro evento em Curitiba, com foco em um baixo custo para os competidores.

via Racemotor

Cascavel de Ouro: a volta dos que não foram

Após ter seu cancelamento anunciado, a edição 2021 da Cascavel de Ouro retorna ao calendário do automobilismo brasileiro. Disputada desde 2015 com base no regulamento Marcas 1.6 da Turismo Nacional, o baixo interesse dos competidores levou os organizadores a cancelar a realização da prova no início do mês. 

Gold Classic

Contudo, a etapa da Gold Classic que seria um evento de suporte para a prova foi mantida pelo promotor Luc Monteiro, e com ela surgiu a oportunidade de manter a Cascavel de Ouro no calendário. Dessa forma, a 35ª edição será disputada com base no regulamento das Divisões 3 e 4 da Classic, e já conta com 29 inscritos. A mudança também mantém viva a Cascavel de Prata, que será disputada por carros das Divisões 1 e 2, e já  conta com 26 carros inscritos. As provas serão realizadas no próximo dia 31 de outubro, e serão realizadas de forma independente do campeonato da Gold Classic.

Via Gold Classic

Nacionais

Após conquistar a pole position da categoria P2 no Velo Cittá, a equipe Absoluta Racing confirma participação com o protótipo ABS01 na sexta etapa, em parceria com Artur Felipe Ramos da Vega Motor Racing.

Outra presença confirmada para as próximas etapas é o retorno do MRX #34, com os pilotos Mário Marcondes e Ricardo Haag.

Novidade também é a chegada de um Ford Mustang GT4 da equipe Autlog Racing Team. O muscle car americano já realizou um shakedown inicial em Interlagos durante um track day da GT Series Brasil, e deve se juntar ao grid em breve.

Outra novidade que deu as caras é o protótipo Pégaso R P2 da equipe LLCA Internazionale. Derivado de um Aldee Spyder e com motorização Subaru, o protótipo surgiu ainda inacabado enquanto segue em desenvolvimento pela equipe de Ribeirão Preto.

Internacionais

Tiveram início os testes do Brabham BT63 GT2 Concept, que deve estrear já na próxima etapa do Fanatec GT2 Series. Com 600 HP e peso entre 1.250 kg e 1.300 kg, a homologação do carro ainda está pendente (e a participação na etapa de Paul Ricardo servirá para ajustar o modelo à janela de performance dos demais modelos homologados). Os testes estão sendo conduzidos pelo piloto da V8 Supercar Luke Youlden, no Queensland Raceway.

Outro projeto interessante a fazer sua primeira demonstração pública é o protótipo russo BR03. O monoposto,  concebido para o Russian Endurance Challenge, foi apresentado em maio e vêm sendo desenvolvido pelos pilotos da SMP Racing. De acordo com o piloto Viktor Shaitar, o protótipo já conseguiu virar 1m37s6 no Moscow Raceway, tempo equivalente aos modelos GT3 da geração passada quando da passagem do Blancpain Sprint pelo circuito russo.

A equipe colombiana Leal Race Cars apresentou recentemente as evoluções implementadas no protótipo LR01 após as primeiras sessões de treinos. Tendo enfrentado diversos problemas com os freios, foi trocado o tipo de fluído utilizado no sistema e novos dutos de arrefecimento para os discos e pinças dianteiros foram desenvolvidos. Além disso, o LR01 recebeu novos pneus Michelin e lubrificantes Líquido Moly, dois patrocinadores que se juntaram ao projeto. A expectativa é adquirir quilometragem em sessões de testes, e se tudo correr bem participar das 6 Horas de Bogotá em dezembro.

Após a estreia do Enviate Evo no Pikes Peak Internacional Hill Climb, a equipe de Cody Loveland se prepara para um novo desafio, dessa vez o Empire Hill Climb, prova local do estado de Michigan. Nos últimos meses diversos dos problemas enfrentados na semana de Pikes Peak foram resolvidos,  como as oscilações na sensibilidade do pedal de freio, uma revisão completa do motor e um redesign do sistema de fixação das rodas, após a falha precoce em Pikes Peak.

Leave a Reply

Your email address will not be published.