Temporada 2022 do Império Endurance Brasil – categoria GT4

Além das novidades no regulamento desportivo, o regulamento técnico do Império Endurance Brasil vem cheio de novidades para a temporada 2022. Primeiro, entre os GTs deixa de existir a classe GT4 Light, criada em 2020 e que era direcionada aos carros de turismo e modelos Ginetta G55 GT4 que não eram capazes de fazer frente aos modelos Mercedes e McLaren com o BoP das temporadas 2019 e 2020.

Contudo, na prática a Light apenas recebeu os Ginetta em 2021, com uma participação esporádica do BMW 135i GTR de Paulo Sousa no Velopark. Com um BoP mais refinado implementado à partir de 2021, os Ginetta G55 voltaram a ser competitivos em relação aos demais GT4 (veja as tabelas abaixo com os dados do carro melhor posicionado de cada modelo durante a temporada 2021): 

Regulamento 2022

Fica claro que o trabalho da comissão técnica do Endurance Brasil rendeu bons frutos, e com o BoP de 2021 as Ginettas G55 passaram a ser competitivas em ritmo de classificação e de prova frente aos demais GT4. Dessa forma, para 2022 o regulamento da GT4 prevê a participação de modelos homologados como FIA GT4 e outros GTs com desempenho similar, deixando de abranger modelos turismo e GTs mais antigos que atualmente se concentram na Superturismo gaúcha:

Entre as principais novidades da GT4 para a temporada estão os novos BMW e Porsche dos irmãos Marcel e Henry Visconde, que chegam para enfrentar os Mercedes, Mustang e Ginettas que dominaram os campeonatos passados.

BMW M2 CS Racing

A primeira novidade da temporada 2022 do Endurance Brasil é a chegada de duas unidades do BMW M2 CS Racing da equipe Eurobike, que nós já conhecemos aqui. Substituindo o modelo M4 GT4 que levou Henry Visconde e Lucas Foresti ao vice-campeonato em 2021, o M2 CS Racing é a porta de entrada da divisão M da BMW, sendo utilizada em diversos campeonatos monomarca pela Europa, além do campeonato alemão de Endurance NLS e da TC America e TC França. 

Motor: BMW S55 3.0 6 cilindros em linha, biturbo Potência: até 450 HP. Peso: 1460 kg. Imagem: Endurance Brasil.

Mesmo sendo teoricamente um carro abaixo do M4 GT4, o novo M2 pode ser uma grata surpresa caso a organização estabeleça um BoP equilibrado, e já mostrou bom potencial ao vencer sua categoria e ficar com a terceira posição geral em uma prova da GT Series realizada em Interlagos.

Porsche 718 Cayman GT4 Clusbsport MR

A outra novidade da categoria GT4 chega pelas mãos de Marcel Visconde, com a estréia de duas unidades do Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport MR da Stuttgart Motorsport. Apresentado em 2019, o Cayman GT4 compete com sucesso em diversos campeonatos da modalidade nos Estados Unidos, Europa e Ásia.

Motor: Porsche MA1.24 3.8. 6 cilindros boxer. Potência: até 425 HP. Peso: 1330 kg. Imagem: Endurance Brasil.

O primeiro carro chegou ao Brasil em janeiro e já enfrentou uma prova de fogo: com apenas 78 km rodados, foi levado diretamente para a pista para disputar as Mil Milhas Brasileiras. Mesmo largando na última posição e praticamente sem treinar, o carro pilotado por Marcel Visconde, Ricardo Maurício e Allan Hellmeister correu sem problemas e chegou a liderar a prova durante a madrugada, finalizando a prova na segunda colocação atrás apenas do Sigma P1 G4 de Jindra Kraucher, Aldo Piedade Jr e José Roberto Ribeiro. Na temporada 2022, o carro #718 será pilotado por Marcel Visconde e Marçal Müller, que na primeira etapa serão acompanhados por Ricardo Landi e nas seguintes por Bruno Xavier. O segundo carro, com numeral #21 será pilotado por Jacques Quartiero e Danilo Dirani.

Ford Mustang GT4 

Uma das novidades da temporada 2021, o Mustang GT4 da equipe AutLog é o único do grid a destoar da linha européia, trazendo um legítimo muscle car para as pistas, com direito a um motor 5.2 V8 preparado pela Roush. Contudo, isso não significa que o carro siga a fama de bom de reta e ruim de curva dos muscle cars, já que a sexta geração do Mustang conta com suspensão independente nas quatro rodas (McPherson na dianteira e Multilink na traseira).

Motor: Ford 5.2 V8. Potência: até 580 HP. Peso: 1510 kg. Imagem: Endurance Brasil.

Com participações nas duas últimas etapas do Endurance Brasil em 2021 e nas Mil Milhas, incluindo uma vitória na categoria GT4 nas 4 Horas de Goiânia. Em 2022 o carro será pilotado por Flávio Abrunhoza, André Jr, Gustavo Conde e Cássio Homem de Mello.

Mercedes AMG GT4

Atualmente o Mercedes AMG é o carro a ser batido na classe GT4 do Endurance Brasil, acumulando 50% das vitórias na temporada passada e sendo o carro campeão em 2019, 2020 e 2021. Baseado no AMG GT R Coupé, o modelo GT4 utiliza o mesmo motor M178 V8 4.0 biturbo, que pode chegar à 544 HP sem aplicação de restrições. 

Motor: Mercedes M178 4.0 V8 biturbo. Potência: até 544 HP. Peso: 1470 kg. Imagem: Endurance Brasil.

Na temporada 2022, está confirmada a participação do Mercedes AMG #555 da equipe JDavid Team, com os pilotos Rick Bonadio e Rodrigo Pacheco e do carro #31 da AutLog Racing Team com Marco Pisani, Leandro Ferrari, V. Valle e Renan Guerra.

Ginetta G55 GT4

Carro campeão da GT4 em 2018, a ausência de um BoP equilibrado tornou os Ginetta G55 inviáveis com a popularização de modelos mais potentes como Mercedes AMG e McLaren 570S, o que levou ao reenquadramento dos GTs ingleses na GT4 Light durante a temporada 2020.

Motor: Ford 3.7 V6. Potência: até 375 HP. Peso: 1120 kg. Imagem: Endurance Brasil.

O BoP implementado em 2021 mudou esse cenário completamente, ao ponto que, se ambas as classes GT4 estivessem juntas os, GTs ingleses teriam levado 4 pole-positions e 3 vitórias (quanto a métrica do resultado final, abro um parênteses pois deve ser levado em conta o fato de não haver competição direta por pontos entre GT4 e GT4 Light, o pode ter levado carros de uma ou outra classe a adotar uma postura mais conservadora, que em caso de uma disputa direta poderia ter alterado os resultados finais). 

Leitura Complementar

BMW M4 GT4

BMW M2 CS Racing

Porsche 718 Cayman GT4 Clubsport MR

Ford Mustang GT4 by Ford Performance

Mercedes-Benz AMG GT4

Ginetta G55 GT4

Leave a Reply

Your email address will not be published.